Treinar o Jogo / Jogar o Treino – Coaching the Game / Play Coaching

O que é um bom Guarda Redes?

Com a evolução do jogo e do treino, hoje ele tem de dominar, conhecer e saber o que fazer em todos os momentos do jogo. Por isso, para mim, um bom Guarda Redes é aquele que melhor e mais rápido interpretar os estímulos que o jogo lhe dá. Esses estímulos ocorrem não apenas diretamente (através do contato com a bola), mas também interagem decisivamente em interações indiretas, tais como: comunicação (prevenção, ativação, etc.), “liderança” em momentos de bola parada, vigilância defensiva ou ofensiva, etc …

Portanto, para desenvolver Guarda Redes completos, devemos colocar nas nossas atividades problemas que acontecem no jogo, que tenha de decidir com base no contexto competitivo, sem antecipar a solução e continue acumulando experiências de grande semelhança competitiva.

Contexto            ->      Objetivo      ->       Solução

Situação de Jogo    ->  Ação Tática    ->  Ação Técnica

“A metodologia atual defende uma prática em condições de variabilidade. O treino deve ser carregado de situações inesperadas e variadas que permitam ao jogador se abrir a diferentes possibilidades, removê-lo da rotina e colocá-lo em circunstâncias nas quais a menor tática possível acontece e deve combatê-la, incentivá-lo a tomar a iniciativa das suas intuições, intuições baseadas em conhecimento e experiência.” (Ruiz Pérez e Arruza Gabilondo, 2005: 117)

Com esta aprendizagem irão interiorizar padrões perceptivo-decisivos-motrizes que serão ativados automaticamente perante estímulos externos.


What’s a good Goalkeeper?

With the evolution of the game and training, today he has to master, know and know what to do at all times of the game. Therefore, for me, a good Goalkeeper is the one who best and fastest interpret the stimuli that the game gives him. These stimuli occur not only directly (through contact with the ball), but also interact decisively in indirect interactions, such as: communication (prevention, activation, etc.), “leadership” in moments of stopped ball, defensive or offensive vigilance, etc …

Therefore, in order to develop complete Net Guards, we must put in our activities problems that happen in the game, that have to decide based on the competitive context, without anticipating the solution and continue accumulating experiences of great competitive similarity.

Context > Objective > Solution

Game Situation > Tactical Action > Technical Action

“The current methodology advocates a practice in conditions of variability. The training must be loaded with unexpected and varied situations that allow the player to open up to different possibilities, remove him from the routine and put him in circumstances where the least possible tactic happens and must fight it, encourage him to take the initiative of his intuitions, intuitions based on knowledge and experience”. (Ruiz Pérez and Arruza Gabilondo, 2005: 117)

With this learning they will internalize perceptual-decisive-motor patterns that will be automatically activated before external stimuli.

Please follow and like us: